Facebook
Copy/Paste

Olli Rehn, comissário europeu das Finanças

Os Estados membros que se comprometam a realizar uma importante reforma das pensões poderão receber apoio para o programa de aprendizagem ao longo da vida a favor dos trabalhadores mais velhos

Marisa Matias

É preciso cumprir!

A frase batida do "é preciso cumprir" é, muito provavelmente, uma das mais escutadas nos últimos dois anos. Diria mesmo que é a frase que remata a sempre interminável explicação sobre a ausência de alternativa.


Read more...
Mil Palavras

Itália 2013

berlusconibersani01 Berlusconi e Bersani, coligação, austeridade, condenação

Instantâneos
Reflexões

Veja como se conspira contra a democracia na Venezuela

A vitória de Nicolás Maduro, na Venezuela, não foi ampla mas nenhuma instância internacional que tenha enviado observadores a considera ferida de legitimidade. No entanto, tal como aconteceu antes e durante a campanha eleitoral, conspira-se na Venezuela para destruir a democracia, sob a direção habitual dos Estados Unidos da América, recorrendo aos seus satélites na região como operacionais. A agência Mediapart, na sua edição em espanhol, explica como.

Homenagem a Miguel Portas na Comissão de Orçamentos do Parlamento Europeu PDF Print
Wednesday, 25 April 2012 00:00

 

Poucas horas depois do falecimento de Miguel Portas, a Comissão de Orçamentos do Parlamento Europeu, que ele integrava, evocou o trabalho realizado pelo eurodeputado do Bloco de Esquerda e coordenador da Esquerda Unitária (GUE/NGL), mesmo durante períodos do seu combate contra a doença. Na Comissão de Orçamentos, onde se debatem alguns dos asspectos mais sensíveis da União Europeia. Miguel Portas travou uma luta permanente contra a política orçamental da UE, a austeridade e todos os seus efeitos. Foi, muitas vezes, uma voz isolada mas que nunca deixou de se ouvir, de afirmar os princípios pelos quais Miguel Portas se norteava. A homenagem dos seus pares foi também um preito à coragem, ao inconformismo e à combatividade do eurodeputado, nunca dando uma causa como perdida. 

Be Internacional, 25 de Abril de 2012